A prática esportiva gera uma série de benefícios para a saúde física e mental. Porém, é preciso atenção e saber dosar nos treinos. Isso porque o exercício físico feito de forma exagerada pode gerar diversos tipos de lesões e uma delas é o estiramento muscular.

Os profissionais do esporte, técnicos, fisioterapeutas e personal trainers, costumam orientar cada atleta de acordo com o seu nível. Cada série trabalha uma região muscular específica e com objetivos diferentes.

Para evitar que ocorre um estiramento muscular, assim como outros tipos de lesões, devem-se respeitar estritamente as orientações do técnico.

Quer saber mais sobre o tema? Então confira este artigo que preparamos!

Estiramento muscular, o que é?

O estiramento muscular no esporte é uma lesão que ocorre por conta do esforço excessivo. Durante a prática esportiva, as fibras musculares se alongam, mas quando há um exagero, pode ocasionar o estiramento muscular.

Principalmente no futebol, é muito comum os jogadores sofrerem com o estiramento muscular, passando por uma dor bastante intensa.

estiramento muscular

O que causa o estiramento muscular?

Como falamos anteriormente, o esforço físico exagerado é a principal causa do estiramento muscular. Aliado a isso, está a falta de alongamento e aquecimento.

É por isso que, é muito comum, vermos antes de uma partida de futebol, os jogadores se aquecendo e alongando. Essa etapa, em qualquer esporte, é essencial para evitar o problema, além de outros tipos de lesão.

Como não ocorre hematomas e nem rompimento, o estiramento muscular é considerado um tipo de lesão grau 1. Mas veja, quanto mais o esforço, maior será a dor que o atleta poderá sentir. Sendo assim, a recomendação é sempre retirar o atleta de campo para que ele inicie receba imediatamente o atendimento especializado.

Sintomas que do estiramento muscular

Quando as fibras musculares se rompem durante a prática esportiva, os sintomas geralmente são:

• Dor muito intensa no local;

• Sensação de fragilidade muscular;

• Dificuldade para se movimentar;

• Diminuição da flexibilidade.

Tratamento: como é feito?

Primeiro, o médico especialista irá identificar a gravidade da lesão através de exames. Além do repouso imediato, aplicação de gelo no local, até mesmo por conta da dor causada, geralmente o tratamento se dá com o uso de anti-inflamatórios que vão proporcionar um alívio significativo dos sintomas.

Em alguns casos, é recomendável também que o atleta passe por sessões de fisioterapia que vão ajudar em uma recuperação mais rápida e efetiva.

No esporte, sabemos que o tempo é um fator muito determinante para os atletas, por isso, eles contam com uma equipe multidisciplinar e que ajuda em casos de estiramento muscular.

É importante ressaltar que, no atendimento, o médico deverá se atentar aos tipos de estiramento: agudo e crônico. De qualquer forma, com o repouso e medicação, o próprio organismo tem a capacidade de reparar as fibras musculares.

alongamento

Como evitar?

No esporte, procure sempre obedecer às orientações do técnico, evite movimentos bruscos e respeite as sérias e tempo de treinamento.

Antes de iniciar as atividades, faça alongamento e aquecimento para evitar o problema, além de outros tipos de lesões.

Lembre-se sempre da importância de um especialista em casos do tipo. Aqui na Otur, contamos com médicos especialistas e realizamos procedimentos ortopédicos. Continue conferindo outros conteúdos.

Leave a Reply