Talvez você já tenha sentido, ou escutado alguém comentar que as dores no corpo que aumentam no frio. Alguns podem achar que é apenas coincidência, mas as temperaturas mais baixas têm sim tudo a ver com o aumento dessas dores, principalmente nos músculos.

No artigo a seguir descubra porque isso acontece, como evitar que a dor apareça e ainda como se cuidar, caso elas já tenham aparecido.

Porque sentimos mais dores no frio

As dores que sentimos com mais frequência nos dias de baixas temperaturas estão diretamente relacionadas ao movimento de encolhimento dos músculos que praticamos, quase sempre involuntariamente, para nos protegermos do frio.

Esse encolhimento se trata, na verdade, da contração dos músculos – principalmente, os dos braços -, assim como do aumento da curvatura fisiológica da coluna, para manter o corpo aquecido.

Com o mesmo objetivo – de preservar a temperatura corporal – o organismo “modifica” a circulação sanguínea, direcionando-a, principalmente, para órgãos como coração, pulmões, rins e cérebro, e diminui sua concentração em áreas periféricas, como pele e musculatura. Por fim, a produção de líquido sinovial, responsável por “lubrificar” as articulações, também diminui.

Em consequência à união desses fatores, os músculos e articulações enrijecem, facilitando a inflamação dos nervos e causando dor.

Para pacientes que já possuem histórico de problemas ortopédicos crônicos, como artrites, artroses e lombalgias, o problema pode ser ainda maior, uma vez que a tendência à inflamação neural já existe.

frio

Como evitar as dores no frio

A melhor maneira de evitar o aparecimento das dores comuns ao frio, é se exercitar.

Praticar exercícios regularmente, por mais simples que sejam, ajuda a manter as articulações bem lubrificadas, ativa a circulação sanguínea e minimiza a rigidez, a fadiga e os espasmos musculares.

Além disso, a prática regular de atividades físicas estimula a produção de neurotransmissores com ação anti-inflamatória e analgésica que aliviam a dor.

Para evitar as dores durante o inverno, crie o hábito de se exercitar todos os dias por pelos menos alguns minutos e pratique alongamentos todas as manhãs.

Quando as dores já chegaram

Às vezes, mesmo com todos os cuidados, as dores que surgem no frio são inevitáveis. Quando elas aparecem, o principal meio de minimizá-las é se aquecer. Manter o corpo bem aquecido, principalmente nas regiões onde as dores são mais comuns, é a melhor forma de reduzir os problemas musculares e articulares causados pela queda de temperatura.

Para se manter aquecido invista nas seguintes práticas:

  • Use compressas de água quente nas regiões doloridas para aliviar a pressão nas articulações e estimular a circulação sanguínea;
  • Acrescente alimentos e bebidas quentes à alimentação diária, como sopas e chás;
  • Use roupas quentes e proteja as regiões extremas do corpo, como as mãos e os pés;
  • Prefira roupas e calçados confortáveis, uma vez que peças apertadas contribuem para o agravamento da dor.

Bolsa de água quente

Por fim, lembre-se de que viver sentindo dor não é algo comum e, dores que persistem por muito tempo, mesmo no frio, podem ser sinal de doença, por isso, caso as práticas acima não ajudem ou as dores se agravem, procure ajuda.

Na Otur você encontra os melhores profissionais para cuidar da sua saúde e recuperar sua qualidade de vida! Conheça nossos serviços.

Gostou deste texto? Compartilhe!

Leave a Reply